terça-feira, junho 27, 2006

Avaliação dos alunos___novas tendências

novas tendências recebidas por correio electrónico:

Avaliação dos alunos

A avaliação dos alunos---novas tendências

As coisas têm de mudar, dizem as novas correntes da
Educação.

Aqui está um exemplo da NOVA ATITUDE que os professores têm de adoptar, a bem dos tempos modernos.

Avaliação de um exercício nos tempos que correm...

(Orientado para professores que têm de mudar... e cumprir políticas da Srª Ministra... )

QUESTÃO PROPOSTA:

6 + 7 = ?

A . EXERCÍCIO FEITO PELO ALUNO:

6 + 7 = 18

B . ANÁLISE:

A grafia do número seis está absolutamente correcta;

O mesmo se pode concluir quanto ao número sete ;

O sinal operacional + indica-nos, correctamente, que se trata de uma adição;

Quanto ao resultado , verifica-se que o primeiro algarismo (1) está
correctamente escrito - corresponde ao primeiro algarismo da soma pedida.

O segundo algarismo pode muito bem ser entendido como um três escrito
simetricamente - repare-se na simetria, considerando-se um eixo vertical!

Assim, o aluno enriqueceu o exercício recorrendo a outros conhecimentos...
a sua intenção era, portanto, boa.

C . AVALIAÇÃO:

Do conjunto de considerações tecidas nesta análise, podemos concluir que:

A atitude do aluno foi positiva: ele tentou!

Os procedimentos estão correctamente encadeados : os elementos estão
dispostos pela ordem precisa.

Nos conceitos, só se enganou (?) num dos seis elementos que formam o
exercício, o que é perfeitamente negligenciável.

Na verdade, o aluno acrescentou uma mais-valia ao exercício ao trazer para
a proposta de resolução outros conceitos estudados - as simetrias... -
realçando as conexões matemáticas que sempre coexistem em qualquer exercício...

Em consequência, podemos atribuir-lhe um...

..."EXCELENTE"...

...e afirmar que o aluno...

..." PROGRIDE ADEQUADAMENTE"!!!

sorria está a ser filmado/a!

12 comentários:

Isabel-F. disse...

...hehehe....

gostei... e parabéns pela tua imaginação...

mas temos de admitir que alguma coisa vai mal mesmo no ensino....

chegou a altura dos exames ... e aí temos novamente os desastres em Matemática....
como se entende que a maioria dos alunos não consiga lá chegar????
não consigo compreender....

não reparei se já foram os exames de Português ... mas a situação repete-se nesta disciplina...

beijinhos

Peido disse...

Excelente abordagem do ensino português! Os meus parabéns..


"chegou a altura dos exames ... e aí temos novamente os desastres em Matemática...."
Cara Isabel, posso-te dizer que as notas de matemática este ano vão ser bem piores que no ano passado(não é que vá tirar má nota, mas...) ! O exame era extenso, e o gave foi severamente criticado pela associação de professores de matemática.

adesenhar disse...

olá Isabel-f
no início do post em cor azul, tem uma referência à origem do texto "recebidas por correio electrónico".
Os teus e os meus parabéns vão para o anónimo, autor deste texto.
:)

Peido
A eterna polémica dos exames está lançada.
Algo vai mal e a culpa nunca é de ninguém.
Um parecer prévio ás várias Associações de Professores, poderia muito bem resolver alguns dos problemas existentes no M. E..

:)

madalena pestana disse...

Aceitando tdas as críticas contra a ministra uma coisa n deixa de ser verdade no entanto: alguma coisa tem de mudar no ensino urgentemente. Cada vez se produzem mais analfabetos com diploma.

Fica bem.

:)

sem-comentarios disse...

Tanta coisa para que ? so têm que copiar por aqui :

http://www.cabulas.pt.vu/

Peido disse...

"A eterna polémica dos exames está lançada"
hmm mas não é a ministra que faz os exames :| O gave é que é o orgão responsável pela realização dos exames nacionais...
É claro que o ensino,no geral, é da responsabilidade da ministra mas... A maioria dos professores dão a matéria para que? Não é para os alunos aprenderem mas sim para se "safarem" e tirarem boas notas no exame, mesmo que não percebam a matéria... Os alunos estão a ficar como máquinas, não os obrigam a pensar, é so "copy-paste"!

Manel do Montado disse...

Tenho uma teoria que carece ainda de um teorema que a sustente. Está em trabalho de parto.
As classes dominantes aperceberam-se, desde a Revolução Francesa, que o que lhes causava instabilidade social era letrar o povo e a classe média baixa, uma vez que esses poderiam ser os novos dirigentes.
Assim, degradou-se o estado do ensino geral e só quem, oriundo das classes mais baixas, é que for mesmo bom chegará lá acima.
Em contrapartida a mediocridade dos filhos da classe dominante será salvaguardada pela frequência de colégios de renome.
Desenvolverei depois...

Era uma vez um Girassol disse...

Está com piada!
Que ensino se vai ter afinal?
Sempre a piorar...
Mas já me ri!
Bjs

Kaotica disse...

Quem já esteve numa reunião de turma de avaliação; e quem já teve que prencher papeladas com chavões destes vai rir-se ainda mais; até os alunos vão achar graça!

adesenhar disse...

peido
Para que não restem dúvidas, não sou professor.

grande confusão aí vai!
exames! eu não disse que era a Ministra a fazê-los!
Mas tenho a certeza que não são feitos pelos Ministérios da Agricultura ou da Saúde...!
Programas demasiados extensos! talvez.
mas não são os professores a escolher o programa, mais uma vez é o M.E....

O que é bem claro neste post são as orientações que os professores têm para a Avaliação dos alunos, e qual a origem! mais uma vez o Ministério da Educação.
Estas famosas orientações, infelizmente, têm décadas de existência e já passaram por vários governos. É grave.
etc...
Como disse o Manel do montado, "desenvolverei depois..."
Eu também.
:)

Manel do montado
aquele abraço.
Não desenvolvas para uma privatização do ensino!
Com um governo SIMPLEX já espero um pouco de tudo, para animar a Portugalândia.
:)

Era uma vez um Girassol
rir faz bem à saúde...
:)

Isabel-F. disse...

Tem um bom fim de semana.

Beijos

sem-comentarios disse...

Acho mesmo que em breve poderá acontecer isso, mas não vai ter tanta piada !

bjs**