sábado, outubro 07, 2006

post em branco ou preto e cheio de nada / vazio



do Lat. vacivu
adj., que não contém nada ou só contém ar; /dd>
esvaziado;
despejado;
desocupado;
despovoado;
desprovido;
destituído;
fig.,
fútil;
frívolo;
vão;
falto de inteligência;
s. m.,
vácuo;
pop.,
hipocôndrio;
Bragança,
carneiro novo já castrado;
(no pl. ) ilhargas de cavalgadura;
(no pl. ) flancos.


"A jornalista russa Ana Politkovskaya, prêmio Vázquez Montalbán de Jornalismo Internacional em 2005 e uma das profissionais da área mais críticas à política do Kremlin, foi assassinada em Moscovo."

23 comentários:

Cristina disse...

:(

Era uma vez um Girassol disse...

Ainda há disto?
Tempos trágicos...
Bjs

della-porther disse...

tudo pode ser ocupado.......

bom reve-lo

forte abraço

della

Isabel-F. disse...

Achei soberbo.
Afinal o que é o "nada"?

Beijo

Isabel-F. disse...

P.S.:

o que aconteceu aos Posts anteriores???

estive uns dias sem aqui vir ... mas não foi assim tanto tempo...

Luisa disse...

Um vazio é um não-espaço sempre à espera de ser preenchido. Que haja alguém que preencha o espaço deixado pela jornalista russa.

folhasdemim disse...

Mais um assassinato quase em directo nos media.
Beijos, Betty

Anónimo disse...

Esses adjectivos é como eu classifico o Bush :)

Ana Politkovskaya deixou um vazio no jornalismo internacional.

Gosto mt quando fazes um mistério á volta dos teus posts.

No cuscas há porcas á solta :p

http://coscu-vilhices.blogspot.com/

bjs**

gato_escaldado disse...

Excelente esquisso a preto e branco

abraços

falcato disse...

Cala-te, voz que incomodas
com a tua liberdade de pensamento!
Cala-te ou te calo Eu!
Quem pensas que és?
És tu e nunca EU!
Cala-te para o bem do silêncio
que esse não incomoda nem revela
quanto de pequeno o meu Eu se reveste...
Cala-te porque já Eu te calei!

Viva a voz que voa nos ventos da Liberdade, mesmo que calada a tenham deixado. As opiniões de espírito são eternas!...

Um abraço!

weg disse...

(ando há 3 dias sem conseguir abrir estes comentários, é dose!)

Pois,meu caro, a história muda mas muito muito lentamente, como se viu neste caso.

Por lá, mudaram algumas moscas...

Sad so sad!

Bjs

adesenhar disse...

weg

há qualquer bicho a encravar o meu blog...

logo agora, que nem tenho tempo para me coçar!

:-)

adesenhar disse...

falcato

gosto do teu apontamento sobre a Liberdade de Expressão.

abraço.

adesenhar disse...

um abraço a todos

:-)

Isabel-F. disse...

bom fim de semana para ti

Bjs

Cristina disse...

Olá,
Passei para te desejar um bom fim de semana,
beijinhu meu
:)

Anónimo disse...

Bom fim de semana, meu amigo :)

bjs*

saltimbanco disse...

Mundo de lobos ferozes e acossados dá nisto.

Daniela Mann disse...

Um crime horroroso!
*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•`* Beijinhos

Manel do Montado disse...

Caro amigo,

Em Moscovo mudaram as moscas mas o resto é o mesmo. Que pena tenho desse povo mártir e martirizado por séculos de opressão social.
Na Rússia, em pleno sec. XX, com a escravatura já abolida pelas potências coloniais europeias, ainda naquele país existia um feudalismo atroz com escravatura na mais terrível das suas formas.
Depois…depois veio o comunismo e a escravatura do corpo deu lugar à escravatura das ideias e também do corpo.
O que aconteceu em Moscovo mais não é do que o reflexo de séculos de modus operandi tacitamente aceite por todos.
Relembrem como um dos irmãos Orlov assassinou Pedro III para colocar Catarina no trono da Rússia.
O Senhor do Mundo Caminhante (Vlad i mir Putin - literalmente) era oficial do KGB, é preciso dizer mais?
Um abraço

Um outro olhar disse...

a liberdade de expressão e a verdade em muitos locais ainda continua a ser contida e a conta gotas
noutros em desse modo consegue ser
e só custo de algumas vidas se consegue atingir algum fim
...
mas a que preço!!

...


:)

batista filho disse...

Deixo um abraço: fraterno, saudoso, solidário.

BB (O.ö) disse...

Beijinho******