sábado, maio 27, 2006

maio/século 21/sexta-feira...

"A própria forma tem uma significância muito limitada; torna-se a gramática do trabalho todo." Sol LeWitt.

Energia nuclear a referendo!

Peritos defendem consulta popular sobre construção de central no Douro
Os concelhos do Douro Internacional vão criar uma plataforma contra o nuclear. A proposta foi feita ontem durante um plenário da população da Bemposta, em Mogadouro.
A plataforma tenciona pedir ao Governo informação sobre a possibilidade de construção de uma central nuclear na região ribeirinha do Douro Internacional. Um projecto que os autarcas da região rejeitam.
A energia nuclear foi precisamente o tema de um debate promovido pela TSF e pelo Diário de Notícias, que juntou apoiantes e opositores do nuclear.
Entretanto, a curto prazo Portugal deverá ter uma entidade reguladora para a Protecção Radiológica e Segurança Nuclear. De acordo com o Diário de Notícias o decreto lei já foi publicado em Agosto do ano passado.
O Governo está agora a escolher as pessoas que vão integrar a comissão independente responsável pela instalação da entidade, cuja criação é obrigatória independentemente de Portugal vir a ter ou não uma central nuclear.

Nuclear no Douro!
Peritos defendem consulta popular! que peritos são estes?
Porquê?
Qual o verdadeiro objectivo?
aguardemos os próximos capítulos.

esquisso:
este texto aqui no Jumento, aplica-se entre outros casos, ao da construção de uma Central Nuclear para a zona ribeirinha do Douro, um exemplo de ..."soluções imediatistas, simplistas e superficiais"...
..."Isto não é o fim. Não é sequer o princípio do fim. Mas é, talvez, o fim do princípio." Winston Churchill.


Simplex QB.
Energia Nuclear! Não obrigado.(clic)

51 comentários:

Um outro olhar disse...

misseis, balas
....
tudo formas de destruir quer a pessoa quer o que está à nossa volta

....


morte

...






:)

vero disse...

Voltei...
;)
Peço desculpa pela ausência... confesso k já tinha mtas saudades do vosso carinho... Estive sem PC estes dias... beijinhos***

Luisa disse...

Acho muito importante a forma. Sem formas era o caos.

isabel disse...

Tive uma imagem de destruição...
Um lindo domingo.

paper life disse...

Tu e o teu rio!

:)

Fico à espera.

Bjs

adesenhar disse...

É verdade caros blogueiros...
Drestruição total.

Pois.claro.que.o.rio.é.meu.teu.de.toda.a gente.
Por isso o defendo!

:)

bjs

della-porther disse...

Que Deus , Deuses, Deusas protejam o Douro da infâmia da Usina Nuclear.
Excelente espaço
Um beijo

paper life disse...

Eu bem sabia que devia esperar... ;)

Pois, no resto concordo contigo. Referendo alargado! Ninguém iria fazer uma central nuclear em Petropolis, por exemplo e eles nem são mais desenvolvidos que nós.

Toca a protestar por todas as formas possíveis.

Abraço, adesenhar.

Menina_marota disse...

Neste Dia Nacional do Bombeiro...
o teu Douro é o meu Douro... a tua preocupação é a minha... e digo NÃO ao nuclear. Sempre!

Um abraço solidário

batista filho disse...

Passo e deixo um abraço solidário.

paper life disse...

O Jumento é um blog de refer~encia paramim desde que por aqui vagueio.

Bjs

agua_quente disse...

De facto, Simplex qb. Tão, tão simplex que coloca simplisticamente uma zona ímpar em termos de paisagem e de características naturais à mercê das contingências do nuclear.
Gaita, por onde andam os milhares de projectos que existem sobre energias alternativas e não poluentes?
Beijos

sem-comentarios disse...

"As novas gerações de centrais nucleares utilizam o tório como fonte de combustível adicional para a produção de energia ou decompõem os resíduos nucleares em um novo ciclo denominado fissão assistida. Os defensores da utilização da energia nuclear como fonte energética consideram que estes processos são, atualmente, as únicas alternativas viáveis para suprir a crescente demanda mundial por energia ante a futura escassez dos combustíveis fósseis. Consideram a utilização da energia nuclear como a mais limpa das existentes atualmente."

IN Wikipédia

;) bj **

adesenhar disse...

agua_quente

tens razão.
As energias renováveis alternativas e não poluentes já andam por aí.
O problema ainda é o preço elevado de alguns componentes, seja por interesses vários(politicos incluídos), ou por qualquer razão que ainda não é do conhecimento público.
Graças ás excelentes condições climatéricas do nosso País, com o devido tempo e atendendo ás nossas necessidades, vão ser aproveitadas mais cedo que o previsto.
Entretanto vamos aguardando por melhores variações económicas de mercado assim como políticas.

adesenhar disse...

sem comentários

É normal que os defensores da utilização da energia nuclear como fonte energética considerem que estes processos são, atualmente, as únicas alternativas viáveis.Não seria de esperar outra resposta como é natural.

Assim como os grupos defensores do ambiente não acreditam no poder económico da energia nuclear como fonte de energia, considerando-a doentia e potencialmente perigosa, comparada especialmente à energia renovável...
Podem considerar a utilização da energia nuclear como a mais limpa das existentes atualmente(ainda não comprovada), mas segura é que não é.

O risco de acidente está sempre presente, as consequências são desvastadoras.
Não haverá uma relação nuclear/crancro
em crescendo um pouco por toda a parte.
Como adoro este planeta cada vez menos azul, a minha preocupação é normal.

Algumas partes do meu texto também

tiveram origem... IN Wikipédia

obrigado pela participação
e estamos juntos na luta por um mundo melhor e mais seguro,
para não hipotecarmos o futuro das próximas gerações, com soluções Simplex.

;)
bj

adesenhar disse...

sem comentários

esqueci-me de referenciar uma leitura

aconselhável... IN Wikipédia sobre

...Contaminação radioativa...

:)
bjs

sem-comentarios disse...

Por acaso, tbm li sobre a contaminação radiotiva. Só acho que não se deve fazer especulações, sem saber realmente saber o que se trata e como se processa tudo isto.

Mais tarde, venho deixar-te um link de uma cidade perto de S.Paulo, Brasil. Sobre este tipo de coisas.

Um bom dia para ti,Adesenhar.

Jinho***

sem-comentarios disse...

http://www.novomilenio.inf.br/cubatao/ch014e.htm

é este o link

Bj :)***

Desambientado disse...

Gostei imenso da frase inicial. Não é uma citação de alguém!!?

A imagem escolhida para ilustrar o post é fantástica, pesada, mas contendo uma mensagem deveras pertinente.

O nuclear em Portugal e na Europa, é o que poderíamos chamar da resposta mais facil a um problema, cuja solução se pretende para hoje, mesmo que amanhã a mesma solução possa dar resultados desastrosos.

Não percebo, e dificilmente perceberei, o que é que a energia nuclear tem a ver com sustentabilidade energética, ou sustentabilidade ambiental, ou sustentabilidade socio-económica que defendemos para o País.

Sou contra o nuclear, se o não usar.
Será muito pertinente lutar contra o nuclear em Portugal, se garantir que não compro nuclear a Espanha.

paper life disse...

Caminhamos para o Admirável Mundo Novo, de que é que se admiram?

:(

Mocho Falante disse...

é uma situação complicada de facto mas não haverá soluçoes alternativas à nuclear??? Creio que sim

abraços

PS: o que eu adoro esta musica!

adesenhar disse...

sem comentários

"não se deve fazer especulações"!

precisamente por não saber e como se processa, neste caso concreto, O Nuclear, assumo a minha desconfiança e vou continuar a especular, como forma (certa ou errada) de obter algumas respostas para as minhas dúvidas sobre este assunto.

É oportuno este exemplo que me envias
(novomilenio.inf.br/cubatao).

Os habitantes de Cubatao, não tiveram hipotese de especular e provavelmente
nem tiveram tempo ou conhecimento para exporem as suas dúvidas em relação à revolução industrial que acabou por ser desastrosa para a região.
Tanto no caso industrial de Cubato, como no processo do Nuclear os exemplos de acidentes são significativos.
Das energias renováveis até à data não
tenho conhecimento de acidentes.Se encontrares algum caso avisa-me. :)

A minha posição continua a ser a mesma,
NUCLEAR!
Não Obrigado.

adesenhar disse...

Desambientado

Uma má escolha da cor do nome do autor da citação, que é Sol LeWitt, resultou na falta de visibilidade no post, correcção feita.

Quando referes que a imagem é "pesada", fica sabendo que na realidade é em todos os sentidos da palvra!Para conseguir aquele efeito, foi preciso colocar a bala no muro(aprox. 50kg) que faz parte de um conjunto de 7 canhões não visíveis na foto, em exposição neste miradouro.
Pequenos pormenores de um fotógrafo amador... :)

O nuclear é e vai continuar a ser um tema polémico.
Concordo contigo.
Se Portugal reune excelentes condições
para a utiização das Energias renováveis, não seria prioritária a sua escolha e só depois de esgotadas todas estas alternativas(solar, eólica, hidrica) passar à fase seguinte!
:)
aguardemos os próximos capítulos

abraço

adesenhar disse...

gil-aço

Já nada me admira neste País, quando diáriamente somos confrontados com soluções Simplex!
:)
abraço

adesenhar disse...

Mocho Falante

É evidente que há soluções alternativas
e com menos riscos, e além das que foram aqui citadas, temos ainda uma excelente zona costeira com marés prontas a serem
consumidas e transformadas em energia, desde que não continuemos virados de costas para o mar.
Bons mergulhos ao som do BoB.

abraço

Anónimo disse...

Cubatão é uma vergonha para o Brasil, mostra o descaso e a falta de vontade política que há muitos anos se impõe nesse pobre e ao mesmo tempo fantástico país. E não é só cubatão...muitas vergonhas e manchas assolam minha terra. Protestar é a arma poderosa de que dispomos, mas é árdua e exaustiva a tarefa. Quando avançamos um passo, as forças travestidas de poderosos interesseiros, nos obriga a recusar vários.
Um beijo
Della-Porther

Manel do Montado disse...

Caro amigo,

O nuclear relembra-me Tree Miles Island, Chernobyl, Kursk e outras tragédias que poderiam ter sido muito piores.
Aos que querem uma central dessas no Douro que se lhe meta o projéctil da foto pelo esfíncter dentro.
Audaces Fortuna Juvat

adesenhar disse...

Amigo Manel

Subscrevo o teu comentário e junto mais um projectil virtual.

Audaces Fortuna Juvat

adesenhar disse...

Della-Porther

Infelizmente os exemplos são muitos e Nuclear à parte,

a Amazónia é um exemplo de politicas ambientais desastrosas e o Aquecimento Global é uma realidade.

protestemos então e se nos obrigam a recuar, voltamos a protestar.

:)
bjs

adesenhar disse...

manel

desaperta o nó da gravata da foto...

relaxa e boa viagem.

abraço

paper life disse...

E o curioso é que estes gajos são iguais aos fascistas (ou serão fascistas renovados?) não discutem nada com ninguém, decidem.

:(

bjs

ze_das-loas disse...

lembraste da luta contra Sayago? e os resíduos nucleares? valeu a pena. Vale sempre a pena lutar...

abraços

della-porther disse...

Retornei para fazer um agradecimento.
Fiquei feliz de estar abrigada nesse espaço um dos mais interessantes e inteligentes lugares que visitei nos últimos dias. Obrigada pela deferência.
E acredite a recíproca é verdadeira.Me sinto aqui entre amigos.
Com muito carinho
Um beijão
Della-Porther (emília)

Caracolinha disse...

Que mais dizer meu querido amigo ... portugal (a minúscula foi propositada) no seu melhor ...

Beijo encaracolado e abraço apertado amigo ... e muito obrigada pelas tuas visitas sempre com palavras tão assertivas, és um bom amigo e uma pessoa especial !!

Vespinha disse...

Olá!

Era eu pita e já ouvia "Nuclear não,obrigada!"

Bj da Vespinha

Era uma vez um Girassol disse...

Também estou contigo:
"Energia nuclear nunca!"
Bjs

Lumife disse...

ROTA DO FRESCO INTERCONCELHIA PARA A COMUNIDADE LOCAL (DE ALVITO)

PINTURAS ALENTEJANAS POR DESCOBRIR







CONVITE




CLIQUE no blog ALVITO-BAIXO ALENTEJO e faça connosco uma Rota do Fresco. É só um cheirinho... pois ao vivo tem outra côr, outro movimento. E tem a "Guia" Dina Monteiro que a todos os participantes encanta com a sua simpatia e conhecimento profundo da matéria.
Um dia esperamos por si, em Alvito, numa Rota do Fresco...

batista filho disse...

Continuar a sentir as coisas boas e simples... e que não causem danos colaterais. Exemplo? - amizade. Outro exemplo? - uma boa caminhada, sozinho ou numa companhia amiga... energia nuclear?!... só energia está pra lá de bom!
Adesenhar, um grande abraço, amigo.

Luisa disse...

Nuclear nunca!!!!!

paper life disse...

OLá.

Bjinhos

Boa semana

isabel disse...

Espero que o meu, o nosso Douro continue com a energia de sempre para fazer nossa alegria...

Beijo

Isabel-F. disse...

Claro que estou contigo ... neste assunto e completamente de acordo...



Espero que esteja tudo bem contigo. Venho pedir-te desculpas pela minha ausência ... que vai continuar ... amanhã vou de férias ... e só estarei de regresso no dia 16.

Beijinhos

paper life disse...

Isso tem uma forma sugestiva... ia mesmo a calhar.

;)

agua_quente disse...

Adoro a forma colorida ( e aguerrida) com que defendes causas que devem ser de todos nós. :)
Deixo-te um beijo.

paper life disse...

àparte a tentativa doo nuclear, tásse bem?

:)

croqui disse...

nuclear, palavra tão feia...

os mesmos que pedem que se acabe com essa palavra, "nuclear", no medio oriente, e em todos os sitios em que essas tres silabas podem por em risco o seu "poder absoluto", apoiam o seu desenvolvimento onde se podem de facto ganhar umas "croas"

paper life disse...

eheheh
saíste da cadeira e o filme continuou logo a seguir.

bjinhos boa noite.

:)

gato_escaldado disse...

Os municipios ribeirinhos do Douro internacional têm uma experiência antiga, desde pelo menos a luta contra os resíduos nucleares em Sayago! receio, porém, que presentemente hajam "argumentos" que os convençam...

abraços

paper life disse...

Isso será para quando? antes ou depois da venda dos aviões? ;)

adesenhar disse...

gato_escaldado
Acho que alguns desses "argumentos" já foram apresentados aos autarcas do Douro, eles recusaram.
aguardemos os próximos capítulos.

gil-aço

espero que nem antes nem depois da venda dos aviões do teu excelente post.
tásse bem gil

abraço

guess disse...

Olá adesenhar
Depois de uma ausência, eis-me de volta ao teu blog. É um prazer verificar que continua com o nível a que sempre nos habituaste: Lúdico, informativo/formativo e em que as causas que defendes são sempre pertinentes, actuais e altruístas.
Um abraço, bnp+